spinner

Por favor aguarde

  logo
PT | UK
EEM Online
entrar
registar
icon
EEM Online
×
Utilizador Registado
banner
.
Ainda não é cliente EEM Online? Adira a esta loja virtual aberta só para si 24h por dia e comprove as suas vantagens.

Tarifa Social

A Tarifa Social é um apoio para as famílias carenciadas reduzirem as suas despesas de eletricidade e equivale a um desconto na fatura de eletricidade, fixado pelo Governo e monitorizado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos – ERSE.

O valor do desconto a aplicar desde 1 de julho de 2016 incide sobre a potência contratada e sobre a energia, correspondendo a um desconto de 33,8% sobre as tarifas de venda a clientes finais.

A partir de 1 de janeiro de 2016, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, dando cumprimento ao estabelecido na versão revista do Decreto-lei nº 138-A/2010, procedeu à atualização do limiar do Rendimento Anual Máximo para 5.808 Euros/ano, sendo acrescido de 50% por cada elemento do agregado familiar que não aufira qualquer rendimento, até um máximo de 10, conforme tabela de Rendimento Anual Máximo por Agregado Familiar.

A tarifa social destina-se a clientes da EEM em situação de carência económica, devidamente comprovada pelo sistema de segurança social e/ou autoridade tributária e sejam beneficiários de uma das seguintes prestações sociais:

  • Complemento Solidário para Idosos;

  • Rendimento Social de Inserção;

  • Subsídio Social de Desemprego;

  • Abono de Família;

  • Pensão Social de Invalidez;

  • Pensão social de velhice;

  • e/ou Agregados familiares que se enquadrem dentro dos parâmetros descritos no quadro seguinte:

Rendimento Anual Máximo por Agregado Familiar

Rendimento anual máximo para ser elegível 5.808,00 Euros
 Elementos adicionais do agregado familiar sem rendimentos Rendimento máximo elegível
 1 Pessoa 8.712,00 Euros
 2 Pessoas  11.616,00 Euros
 3 Pessoas 14.520,00 Euros
 4 Pessoas 17.424,00 Euros
 5 Pessoas 20.328,00 Euros
 6 Pessoas 23.232,00 Euros
 7 Pessoas 26.136,00 Euros
 8 Pessoas 29.040,00 Euros
 9 Pessoas 31.944,00 Euros
 10 ou mais Pessoas 34.848,00 Euros

* Rendimento anual máximo atualizado a partir do dia 1 de janeiro de 2016.

Para além das condições anteriormente apresentadas, os clientes têm de:

  • Ser titular de contrato de fornecimento de eletricidade, exclusivamente de uso doméstico, em habitação permanente, e num único ponto de consumo.

  • Ter potencia contratada inferior ou igual a 6,9 kVA (confirme a potencia contratada na linha da fatura correspondente e caso seja superior a 6,9 kVA pode solicitar alteração).


Como é atribuído o direito à tarifa social?

Aos clientes com direito à tarifa social será enviada uma comunicação, informando que lhe foi atribuído o direito à tarifa social.

Caso o cliente não concorde com essa atribuição poderá opor-se, no prazo de 30 dias. Para o efeito deverá preencher o Formulário de Recusa de Tarifa Social, podendo ser entregue através do endereço eletrónico descontosocial@eem.pt, numa das nossas lojas.


Tenho direito ao benefício de Tarifa Social e não me foi atribuído?

O cliente deverá confirmar os seus dados junto da EEM, nomeadamente o Número de Identificação Fiscal (NIF) e morada permanente, e caso os mesmos não se encontrem atualizados ou forem omissos deverá preencher o Formulário Cliente Potencialmente Elegível para Tarifa Social

Em alternativa, o cliente também poderá requerer, junto das instituições de segurança social ou instituições equivalentes (*) e da Autoridade Tributária e Aduaneira, um comprovativo da sua condição de beneficiário e apresentá-lo na EEM – Empresa de Electricidade da Madeira. Este comprovativo deve indicar o nome, o NIF e a morada permanente do titular do contrato de fornecimento de energia, que deve corresponder à morada do local de consumo onde pretende ter o desconto social.

(*) Instituições equivalentes à Segurança Social:
ADSE – Direção-Geral de Proteção Social aos Funcionários e Agentes da Administração Pública
IASFA – Instituto de Ação Social das Forças Armadas
CGA – Caixa Geral de Aposentações
CPAS – Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores


O que fazer em caso de alteração de morada para manter a tarifa social?

Uma vez que o processo de atribuição de tarifa social não é imediato, sugerimos que entregue um documento comprovativo que tem direito à Tarifa Social na nova morada, emitido pelas entidades competentes. Esta documentação pode ser enviada por e-mail descontosocial@eem.pt ou entregue numa loja EEM.


Como pode recusar a atribuição automática da tarifa social e voltar a ser considerado no processo?

O cliente deverá preencher o Formulário de Recusa da Tarifa Social e enviar para o e-mail descontosocial@eem.pt ou entregar numa loja EEM. Ao recusar deixará de usufruir do desconto social e será excluído do processo de validação automático de atribuição da Tarifa Social trimestralmente pela Direção Regional da Economia e Transporte (DRET).

Para voltar a ser considerado no processo, deverá preencher o Formulário de Anulação de Recusa da Tarifa Social e enviar para o e-mail descontosocial@eem.pt ou entregar numa loja EEM.

Para usufruir deste desconto social, terá que juntar ao formulário um documento que comprove o direito à Tarifa Social ou aguardar pelo processo de atribuição automática realizado trimestralmente.


Deixou de ser elegível para a atribuição de tarifa social. Como pode cancelá-la antes da validação trimestral?

O cliente deverá preencher o Formulário de Cancelamento da Tarifa Social e enviar para o e-mail descontosocial@eem.pt ou entregar numa loja EEM. Com o cancelamento da atribuição da Tarifa social, deixará de usufruir do respetivo desconto, no entanto, continuará a ser incluído no processo de validação automático. Caso não queira ser incluído neste processo de validação, deverá preencher o Formulário de Recusa de Tratamento de Dados.


O que fazer para que os dados pessoais não sejam integrados no processo de validação das condições de elegibilidade da tarifa social?

O cliente deverá preencher o Formulário Oposição ao Tratamento de Dados Pessoais para Atribuição de Tarifa Social e enviar para o e-mail descontosocial@eem.pt ou entregar numa loja EEM.  Ao opor-se ao tratamento dos seus dados pessoais, deixa de ser considerado elegível para uma eventual atribuição automática de Tarifa Social.

Para voltar a ser considerado elegível para uma eventual atribuição da tarifa, deve preencher o Formulário de Anulação da Oposição ao Tratamento de Dados Pessoais para Atribuição da Tarifa Social e enviar para o e-mail descontosocial@eem.pt ou entregar numa loja EEM.


CONTRIBUIÇÃO PARA O AUDIOVISUAL (CAV) REDUZIDA?

A contribuição para o audiovisual reduzida é atribuída aos titulares de contrato de energia elétrica para uso doméstico, na sua habitação permanente, que sejam beneficiários de um dos seguintes abonos sociais:

  • Complemento solidário para idosos;

  • Rendimento social de inserção;

  • Subsídio social de desemprego;

  • Abono de família (1º escalão);

  • Pensão social de invalidez.

O processo de identificação dos beneficiários da redução da contribuição é conduzido pela Direção Regional da Economia e Transportes (DRET).

 

Publicado em 22/03/2018 12:28.

Conteúdo não disponível

Conteúdo não disponível em ecrãs de pequenas dimensões

 
Contactos

Serviço de Apoio ao Cliente (Linha gratuita)

Linha EEM 800 221 187

Todos os dias, das 08h00 às 00h00.

Endereço Eletrónico: clientes@eem.pt

 

Av. do Mar e das Comunidades Madeirenses nº 32
9064-501 Funchal
Madeira Portugal

 

Apoio Técnico na Ligação à Rede (PIT)

Linha EEM 800 221 187

Dias úteis, das 08h00 às 12h30 e das 13h30 às 16h30.

Endereço Eletrónico: pit_at@eem.pt

 

 
 
© Copyright 2018 - ELECTRICIDADE DA MADEIRA. Todos os direitos reservados.