spinner

Por favor aguarde

  logo
PT | UK
EEM Online
entrar
registar
icon
EEM Online
×
Utilizador Registado
banner
.
Ainda não é cliente EEM Online? Adira a esta loja virtual aberta só para si 24h por dia e comprove as suas vantagens.

De 1897 a 1949

The Madeira Electric Lighting Company, Limited

Nascem as diversas centrais hidroelétricas hoje em exploração, cujo contributo na produção de energia elétrica na ilha da Madeira assume parcela importante.

A 19 de Junho de 1897, acendem-se as primeiras luzes da pequena Central Elétrica do Funchal, facto a que a imprensa da época deu o devido destaque. Estava aberta a primeira página que faria a história da eletricidade. Em 22 de Maio de 1895, a concessão para a iluminação do Funchal por meio de eletricidade é outorgada pela Câmara Municipal ao engenheiro portuense Eduardo Augusto Kopke que a transfere, no ano seguinte, para a firma inglesa “The Madeira Electric Lighting Company, Limited”.

Esta empresa implementa a primeira rede de iluminação bem como a instalação da sua central produtora de energia elétrica.

Neste período de vinte anos, o uso e expansão da eletricidade vai-se impondo no quotidiano da cidade.

O objetivo do contrato de concessão de 1895 – a iluminação do Funchal por meio de eletricidade – é verdadeiramente conseguido pela inglesa “The Madeira Electric Lighting Company (1909), Limited” (2ª MELC), conhecida na ilha como Companhia da Luz Elétrica.

Para responder às exigências da crescente procura, a 2ª MELC adquire em 1910 um novo grupo, ampliando a central, já conhecida como “Casa da Luz”, com mais dois em 1911, todos eles com a potência de 135 kW.

Em 1925 é feita uma alteração ao contrato de concessão com a Câmara Municipal, sendo alargado o prazo de 40 para 50 anos, construindo a MELC, no mesmo ano, uma nova central que comportará 5 novos grupos, até ao final da década de 30, cuja potência total nominal era de 1890 kW.

Na década de 1931 – 1940, a MELC completa o equipamento da Central Térmica com a aquisição do seu mais potente grupo eletrogéneo de 725 kW.

A Companhia, durante a vigência da concessão atinge o seu máximo de produção e venda de energia em 1938 e 1939, respetivamente. O Governo toma a iniciativa de estudar o aproveitamento das águas da Madeira, também para a obtenção de energia elétrica (enviando para o efeito a Missão Técnica de 1939) o que virá a acontecer duas décadas depois.

Entretanto, um pouco por toda a ilha, desenvolvem-se iniciativas particulares com vista ao aproveitamento da água, como na Ponta do Sol (Miguel Pestana Reis e Empresa Eléctrica da Ponta do Sol) e na Camacha (Frederico Rodrigues).

Neste período, estala a Segunda Grande Guerra com repercussões na aquisição de combustíveis, o que vai criar enormes dificuldades à inglesa “The Madeira Electric Lighting Company (1909), Limited”. A fim de estudar o aproveitamento da água para rega e produção de energia, o Governo enviou à Madeira, no ano de 1939, uma Missão Técnica.

Nenhum aproveitamento hidroelétrico de vulto existia então, contando-se apenas algumas iniciativas particulares de ínfima produção.

Seguindo a orientação estabelecida no país, quanto ao aproveitamento da água para obtenção de energia elétrica, a Missão Técnica de 1939, realizou um importante trabalho que se traduziu no plano aprovado pelo Decreto-Lei n.º 33 158, de 21/10/1943, onde era prevista a construção de várias centrais hidroelétricas, aproveitando duplamente a água que “abundantemente, manava desde os mais altos píncaros até ao mar”.

Publicado em 02/04/2015 19:32.

Conteúdo não disponível

Conteúdo não disponível em ecrãs de pequenas dimensões

 
Contactos

Serviço de Apoio ao Cliente
Linha gratuita: EEM 800 221 187
Todos os dias, das 08h00 às 00h00.
Endereço Eletrónico: clientes@eem.pt

Av. do Mar e das Comunidades Madeirenses nº 32
9064-501 Funchal Madeira
Portugal

 

Apoio Técnico na Ligação à Rede (PIT)
Linha gratuita: 800 221 187
Dias úteis, das 08h00 às 12h30 e das 13h30 às 16h30.
Endereço Eletrónico: pit_at@eem.pt

Gabinete de Proteção de Dados
Endereço eletrónico: protecaodedados@eem.pt

 
 
© Copyright 2018 - ELECTRICIDADE DA MADEIRA. Todos os direitos reservados.